domingo, 13 de fevereiro de 2011

Então, como falei no post anterior, passado o trauma da primeira tentativa, resolvemos comprar um carro. Como o futuro é incerto, mudamos com frequência e sempre vendemos nossos bens a "preço de banana", escolhemos um modelo bem mais barato e sem precisar de financiamento, assim não criamos um vínculo com o país. 

Citarei aqui o passo-a-passo para a compra de um veículo na Bélgica e ao mesmo tempo contarei sobre a experiência.

Encontramos o carro de nosso interesse em um dos sites de ofertas. É sempre aconselhável somente dirigir-se à loja, depois de confirmar que o carro ainda está disponível, pois muitas vezes já foi vendido e continua nos anúncios. Além de que muitas lojas só atendem se você tiver marcado antes. Alguns sites populares de ofertas são Autoscout24 , AutoVlan  e Autozone , além dos sites das próprias marcas (nomedamarca.be)... 

Fomos à loja, o carro pareceu interessante para o que procurávamos e marcamos o test drive para o dia seguinte. Impressionante como nunca deixam fazer na hora. Para fazer o test drive é preciso ter em mãos a sua carteira de motorista, você vai assinar uma autorização e o vendedor vai colocar uma placa para esta ocasião.

Por falar em placas, vale a pena antecipar que os carros na Bélgica não vêm com placas, mesmo sendo usados. A placa pertence ao proprietário do veículo e quando este é vendido, a pessoa retira suas placas.

Feito o test drive, decidimos comprar pois o preço estava bom, com 12 meses de garantia e na própria consercionária... Detalhe para a REconfirmação da simpatia antes de assinar e antipatia após assinar o papel. Minha nossa, fico impressionada com isso, o serviço pós-venda aqui é ridículo, as pessoas têm duas caras, uma na hora de vender e outra depois da venda. Mas bem, já esperávamos por isso, um ano no país já dá para saber.

O carro então, mesmo depois de pago, fica na loja por aproximadamente uma semana, para fazerem uma revisão obrigatória e até recebermos o documento. 

Recebido o documento, o carro ainda assim permanece lá, até que consigamos contrato com um seguro,  que é obrigatório. Outra tarefa desgastante nesse país, pois fazemos diversas simulações de preços e na hora de assinar o valor muda... O valor do seguro é dado de acordo com o veículo, tipo, ano, Km, potência, etc; de acordo com os motoristas, idade, tempo de experiência comprovada, e nesse quesito, sua carteira de motorista não serve como prova, tem que ser algum documento de seguro anterior confirmando seus anos sem sinistro, "no claims". Na verdade, considero esse documento o mais importante, pois é ele que determinará os descontos que você vai ter, cada ano comprovado sem sinistro contabiliza desconto... A minha dica aqui é: Nao faça simulação pela internet, muitos sites tem essa ferramenta, mas ligue ou vá diretamente à seguradora (espere 2 horas para ser atendido)  ou à um representante de seguros, este último é mais indicado, pois ele verifica todas as possibilidades, o atendimento é mais personalizado e você faz a melhor escolha. 

Nós ainda estamos no passo do seguro, pois estamos ainda aguardando a confirmação de uma seguradora a respeito do valor que nos foi passado na simulação e isso atrasou muito todo o processo. Algumas empresas indicadas para seguro de carro na Bélgica são: Actel, Ethias, AG, Corona, ou as dos bancos... A média do preço para o seguro simples obrigatório, que só cobre danos causados a terceiros, pode variar entre 300 e 700 euros por ano, de um carro usado como o que compramos.

Alguns seguros se responsabilizam em fazer o pedido de emplacamento (que custa em torno de 20 euros), só pode ser feito pela internet e demora +ou- 2 dias até mandarem as placas por correio. Infelizmente, os correios estavam em greve na semana passada, então mesmo se já tivéssemos seguro, essa parte do emplacamento teria sido inevitavelmente mais uma complicação. 

Se tudo der certo com o seguro que pedimos, eles vão pedir as placas por nós. Após o emplacamento, teremos que ir na Commune, pedir autorização e pagar taxa de estacionamento na rua que moramos (a maioria dos prédios antigos não têm garagem), que custa em torno de 10 euros por ano. Com este último documento e toda a papelada anterior, acredito que poderemos ir receber o carro na loja, depois de 3 semanas que compramos.

A dica mais importante de todas: Informe-se sobre TUDO com o vendedor antes de assinar, pois depois que o papel foi assinado, ele vai estar sempre atrasado, apressado, o que ele menos terá será tempo para você, vai mandar você se virar sozinho para resolver tudo, conseguir informações etc. Então, só assine quando tiver todas as respostas. E boa sorte!

Atualização das informações:

- Em relação a placa que chega por correio, leia-se bem, "A PLACA", só vem uma, a que deve ser colocada atrás, a da frente você tem que mandar copiar e custa mais 22 euros. Pode ser feita nas lojas de serviços de chaves, sapatos.

- A "carte de riverain" ou seja, autorização para estacionar na sua rua, foi a parte menos burocrática de todas, só chegar na commune, entrar na fila e recebe na hora. Esteja munido de Identidade e do papel rosa do registro do carro.

Recebemos então o carrinho, tudo resolvido, UFA!

5 comentários:

Ellen disse...

Ahh...! E não é que você de carango novo no final? Adorei a novidade!!!Foi assim que você foi pra França, é?! =)

E Bruxelas é Bruxelas! Tudo é mais complicado e traumático que no resto do mundo!

beijinhos e boa semana

Carol Sales disse...

Ellenzinta!!! Não, não recebemos a carrocinha ainda hehehe. Eu fui pra França com uma amiga que ia comprar o vestido de noiva lá... Mas assim que recebermos vc saberá pq daremos umas voltas por aí kkkk bjooo

Ellen disse...

Eba!!! Aguardo ansiosa para poder dar umas voltinhas! =)

E quando marcamos nosso happy hour?
Vou fazer um top up e te ligo esses dias! Qq coisa vamos semana que vem...

bjo

Patricia disse...

Concordo com a Ellen, a Bélgica é mestra em complicar absolutamente tudo!! Não é só compra de carro não! Me lembro que as vezes ia no correio as 2:00pm e estava fechado (hora de almoço). Ou a cozinha do restaurante que estava fechada as 3:00pm e os infelizes não podiam preparam nem um croque monsier! Em que outro país isso acontece?
Eu me mudava em média a cada 1,5/2 anos, mas sempre íamos com o carro e os bichinhos...a viagem mais longe foi da Inglaterra para a Itália, mas deu tudo certo!
Beijocas

Anônimo disse...

Oi baby...
que sofrimento este da compra do carro, hein????
Afinal, kd a foto dele? Quero ver se gosto e se me cabe, hehehehe.
Logo logo estarei ai para matar a saudade e andar de carro belga.
Bjs, bjs
Mamy

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...