segunda-feira, 5 de julho de 2010



As últimas semanas têm estado dignas de uma bela praia, com temperaturas chegando aos 34 graus, por enquanto, pois acredito que ainda chegaremos aos 40. Eu não sentia calor desde que nos mudamos de Portugal, pois na Irlanda, venhamos e convenhamos, nem no verão mais quente a gente sente um calorzinho. Com o vento frio (leia-se ventania) e chuva quase o tempo inteiro torna-se um pouco difícil sentir falta de um ventilador ou ar-condicionado. Mas as belas e simpáticas irlandesas não querem saber, faça 15 ou -5 graus elas estão sempre no salto alto e com pouca roupa, sem casaco rsrsrsr. By the way, saudade da simpatia e educação irlandesa...


Em Portugal eu vivia doente no verão de tanto calor, exagerado calor, abafadíssimo, garganta sempre reclamava. Sem contar na pele, definitivamente minha pele não gosta de calor e acaba vingando-se da forma que menos gosto, óleo e espinhas. É bom quando tem uma bela praia, com um mar quentinho, aaaai que saudade... Era uma vez uma pele morena, e agora, que cor eu tenho? Bem, mas minha pele detesta calor e tenho pavor à cruel vingança que ela me faz.

Quem sofre muito são os idosos, que são mais frágeis a altas temperaturas. Sempre há notícias de atendimento médico, ambulâncias e lotação nos hospitais pelo grupo da melhor idade. Passam mal, tadinhos e muitos até chegam a não suportar. No verão da Europa as temperaturas chegam a aumentar tanto em alguns lugares, como na Grécia, Portugal, França, Espanha, Itália, etc, que provocam queimadas em florestas e muitas vezes atingem áreas residenciais. Sei que isso ocorre também em outras partes, como na Califórnia e na Austrália, onde muitos animais morrem queimados, muitos Koalas, que são bixinhos lentos, também sofrem sérias queimaduras, quando escapam.



Já os cachorros aqui em Bruxelas, aproveitam as diversas fontes pela cidade para se refrescar, re-hidratar e brincar, uma graça. Os parques ficam lotados, pessoas deitadas na grama, próximo as fontes d'água.

Dormir tem sido algo complicado, mas tudo bem, vamos aproveitar nossas estações super bem definidas (até demais), ir a praia de Bruxelas (sim, tem uma praia improvisada em frente ao canal) Enfim, as pessoas ficam mais alegres, tudo tem mais cor e cheiro (não necessariamente bom), depois corremos atras do prejuízo e a pele volta ao normal.



Bruxelles Les Bains - "Praia de Bruxelas"

2 comentários:

Morena frô disse...

menina, que mágica foi essa de levar apenas 1 mala? hahahaha! já fiz a '1ª triagem', já tenho um bucado de coisas para dar, roupas até q nunca usei (sim, sou vítima do consumismo), o restante eu vou eliminando só na hora mesmo, quando eu ver que a mala não vai fechar de jeito nenhum... =] ! no ano passado eles me pararam para olhar a mala, mas quando viram que eu estava com os meus pais, o senhor lá foi super simpatico, até brincou com o meu pai, espero que esse ano não revirem pq do jeito que vai, se abrirem a mala ela não fecha mais nunca... hahahaha!
Ah... fico aqui babando pelas suas fotos, é um país lindo mesmo, assim que tiver a oportunidade eu passo por ai e te aviso... e caso vc queira perder o 'trauma' de Lisboa, fique a vontade... =]!
bjs!

Um sonho a dois disse...

Carol...tudo bem?Sumiu...
Será que iremos só sentir calor nessa nossa passagem por aí ou devo levar um casaco mais quentinho...aqui agora está bem friozinho, principamente pela manhã.Faltam poucos dias pra nosso "Sonho a dois"...estou bem ansiosa...e não saro de uma gripe chata...bjs!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...