quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Desde ontem que tento uma declaração do serviço de empregos da Bélgica, chamado Actiris, o que me facilitaria alguns pontos, já que não estou trabalhando. Enfim, hoje consegui a tal declaração de desempregada (socorro!) e entrei para as estatísticas do governo. Nunca pensei que ficaria tanto tempo de "dondoca", o que definitivamente não faz o meu estilo. Aprendi a trabalhar e me virar desde cedo, mas aqui em Bruxelas a questão das línguas oficiais (Francês, Holandês, Alemão, sem falar no inglês) tem me dado um banho de água fria e me deixado fora do mercado. Já ofereci o meu português e inglês fluente e um arranhado de francês por umas vagas, mas nada feito.

Uma das coisas que mais me chamou atenção foi a quantidade de desempregados que estavam se inscrevendo, sendo que a grande maioria estrangeiros, o que me deixou intrigada pensando que aqui talvez exista uma discriminação na hora de contratar. Coisa que não deveria haver na capital da UNIÃO EUROPEIA, que foi criada justamente para favorecer a igualdade e mobilidade entre os países membros.

Com o tempo livre resolvi agora voltar a estudar... Línguas! Então a tal declaração do Actiris me ajudou nas matrículas e paguei somente 50 euros por dois cursos este semestre. De manhã farei Holandês e a tarde um intensivo de francês, mais voltado para conversação. Se por acaso surgir alguma oportunidade interessante de trabalho, deixo os cursos, mas por enquanto a minha profissão é estudante! Começo amanhã, se nosso destino não for a Bélgica, pelo menos saio daqui poliglota :) ... Bonne chance à moi! Veel geluk voor mij!

11 comentários:

Cíntia Anira disse...

Parabéns Carol! Entregue-se ao estudo que logo algo bom vai pintar. E não se sinta desencorajada em momento algum. "Ãs vezes precisamos reduzir a velocidade, tomar fôlego e depois, voltar a correr!" Boas aulas! Bj

Patricia disse...

Boa sorte! Neste quesito minha experiencia belga foi mais do que traumatizante! Invista mais no neerlandês do que no francês, pois eu sou/era fluente no francês e eles só queriam saber do nl...Bjs

Carol disse...

Oi, Patricia!!

Cliquei no seu nome mas não surgiu nenhuma informação de blog :) Obrigada pela sua visita e por compartilhar suas experiências... Estou começando a achar essa historinha das línguas traumatizante também, o neerlandês é absurdamente difícil e sem ele significa sem chance de trabalho por aqui.. Vamos ver no que dá... :) Beijos e manda seu e-mail que queria te perguntar algumas coisas sobre o Texas heheheh

Patricia disse...

Oi Carol,
Eu não tenho blog :) Se quiser pode me adicionar no Facebook: Patricia Zubioli. Meu email é patriciazubioli@yahoo.com.br
Meu marido é da Antuérpia, mas mesmo assim não consegui aprender a língua, pois vivi em Bxl, onde se fala francês, como vc sabe!
Ano que vem muito provavelente irei visitar os sogros aí, quem sabe não nos conhecemos?
Beijocas

ana raposo disse...

queria ir trbalhar em bruxelas . sou cabeleireira . so arranho françes . pode me dar sua opiniao

ana raposo disse...

tenho facebook o meu mail e ,critinaraposo1@hotmail.com

Carol Sales disse...

Ana, vai muito de cada um... Aqui além do francês, é preciso o neerlandês na maioria dos casos, mas de repente você consegue trabalho nos salões brasileiros... Te add no facebook. Boa sorte, bjo.

Anônimo disse...

boa noite carol meu facebook e ana raposo

Anônimo disse...

Boa noite Carolina..
Bom, eu estava olhando sites de cursos de francês em Bruxelas e acabei lendo seus posts. Muito legal! Eu até ia te mandar email mas pensei que não responderia..
Você poderia me dar dicas sobre onde posso fazer francês?
abraço
Giovana
gizinh4@hotmail.com

Anônimo disse...

olá, o meu nome é Jaquelin, sou portuguesa, ando a procura de um curso de frances aqui na bélgica, mas ainda não encontrei nada, será que me podia dar alguma informação neste assunto.obrigado

Anônimo disse...

Oi carol tudo bem?
Então eu gostaria de saber o nome das escolas de frances e holandes que vc ingressou.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...