sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Da série "Dicas" ( que acabo de inventar):

Quando for visitar alguém e te oferecerem algo como uma água, café ou qualquer outra coisa e você quiser, não faça charme e aceite. A pessoa não vai ficar insistindo e vai entender que você está bem se recusar. Ninguém vai ficar perguntando "mas você tem certeza que não quer?" como no Brasil. Isso vale para alguém que vai te visitar, não ofereça o que você não quer preparar. Se oferecer um suco de laranja fresco e espremido na hora, é certo que irão aceitar e você terá que fazer.

Ainda sobre o assunto, vale também para alguém que oferece ajuda, carona ou companhia, se quiser aceite na hora, não vão oferecer duas vezes.

Numa despedida, não vale dizer "depois vamos combinar isso ou aquilo" ou "qualquer dia fazemos isso ou aquilo". Geralmente já vão perguntar e deixar combinado dia e hora. Por falar nisso, nem pensar em atrasar, aqui 3 em ponto quer dizer 3 horas EM PONTO. Se houver um imprevisto SEMPRE ligue ou mande uma mensagem para avisar que vai se atrasar, nem que seja 15 minutos. 

Para informação: Essa regra não é geral, existem exceções, mas é de fato muito comum nessa região da Europa Central.




4 comentários:

Marcela disse...

Oi Carol, acabei de encontrar seu blog, li um pouquinho e já gostei bastante. Quando tiver um tempinho vou ler mais!

Adorei as dicas do post, realmente já percebi essa sinceridade europeia dando a cara a tapa, eu até acho boa algumas coisas. Quando alguém me oferece algo e eu digo não, realmente é porque não quero, não gosto que fiquem insistindo comigo. Eu sou bem sincera nas respostas, e às vezes as pessoas acham que sou grossa, mas nem é isso... rs

beijos!!

Um sonho a dois disse...

Legal Carol. Penso que ao conhecer outra cultura devemos respeitar e sempre observar as diferenças...Continue dando dicas pra gente!Bjs
Cibele.

Casado disse...

Assim como a pessoa acima, encontrei seu blog há minutos.

Tenho muita vontade de mudar para algum lugar da Europa, e desligar-me de vez do Brasil. Viver aqui é praticamente sinônimo de dissabores.

Sou motorista de taxi no Rio de Janeiro. Gostaria de muito de continuar minha profissão aí. Você saberia responder se estrangeiros podem conseguir uma automonia de taxi na França?

Grato e toda sorte de bençãos a ti e aos seus.

Aline disse...

Oi Carol,
Estou olhando um curso para fazer em Bruxelas.
Será no Íbis, queria aproveitar e fazer um intensivo de inglês. Tem escolas aí? Ou só francês mesmo?
Obrigada

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...