quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Caros leitores, peço desculpas pela longa ausência, muitas coisas aconteceram, além de um período de adaptação ao novo país. Quem sabe um dia escrevo sobre esse primeiro semestre em Luxemburgo, com tantas emoções...

Resolvi fazer alguns posts sobre perguntas que costumo receber, pois vejo muitas mensagens na página do blog no facebook e infelizmente não tenho conseguido dar um retorno à todos, então aos poucos quero ir respondendo coletivamente, assim creio que será útil para outras pessoas que chegam até aqui com as mesmas dúvidas. Não citarei nomes e se você tiver alguma pergunta especial pode deixar um recadindo aqui abaixo nos comentários ou aqui.

Perguntas e respostas:

1) Olá, vou mudar de país e quero levar o meu cão/gato comigo, você pode me dizer o que preciso fazer? A quarentena é em casa ou o meu bichinho vai ficar preso em algum outro lugar?

R- O seu animal é um membro da família, enfrente o que for, prepare-se com antecedência, mas JAMAIS o abandone. Temos vários posts sobre o assunto esclarecendo essas dúvidas e ainda o site oficial da União Europeia que explica todo o procedimento, passo a passo. Sugiro fazer um check-list por ordem. Os sites oficiais são em inglês, se precisar use algum programa de tradução como o google translator.  


Site com informações para entrada de animais no Reino Unido: https://www.gov.uk/take-pet-abroad

Posts anteriores sobre o assunto:

Mudança nas Regras: http://vivendoeuropa.blogspot.be/2013/11/viajar-com-animais-na-europa-mudanca.html

Viajar com animais: http://vivendoeuropa.blogspot.be/2008/01/transporte-de-animais-para-uk-e-irlanda.html

Dúvidas sobre quarentena: http://vivendoeuropa.blogspot.be/2011/02/viajar-com-animais-quarentena.html

Se quiser um post com alguma informação especial, por favor deixe nos comentários.

2) Quero ir morar na Europa, como faço para trabalhar? Será que consigo?

R - Dependendo da sua área de formação existe a possibilidade de conseguir emprego antes de vir, como por exemplo, a área de informática. O processo é feito pela empresa que quer contratar através de um visto de trabalho. Eu não recomendo a vinda como turista e querer conseguir emprego aqui pois a fiscalização é grande e até para alugar um apartamento é preciso mostrar o contrato de trabalho  e o registro na "prefeitura" local. Veja bem, não digo que seja impossível, mas já ouvi casos de pessoas que foram convidadas a se retirarem por estarem ilegais, então sugiro que já venha com tudo certinho, um curso universitário ou pós, como au-pair ou com visto de trabalho. A outra questão é  o idioma, muitas ofertas de emprego exigem que se fale as línguas locais e não é difícil encontrar anúncios de trabalhos em que se pede o francês, o inglês e o neerlandês, para o caso da Bélgica. Em Luxemburgo um dos idiomas exigidos a mais é o alemão. Até mesmo para quem pertence a um dos países da União europeia existe um prazo para conseguir emprego quando se tenta a vida em outro país do grupo, por exemplo, um espanhol pode vir à Bélgica procurar emprego e pode ficar no país por um tempo limitado até conseguir, se não for contratado tem que voltar para a Espanha. 

3) Dos países que você já morou, qual é o seu favorito? Em qual você não voltaria a viver?

R - Quem me conhece sabe do meu amor pela Irlanda, e quem já morou lá sabe do que eu estou falando, além de linda tem um povo cativante. O tempo chuvoso é horrível e a localização é uma desvantagem, fato. A Bélgica também tem as suas belezas e a localização maravilhosa para viajar, mas os impostos são "de matar". Portugal é um país muito bonito, porém é preciso paciência com os portugueses, quem não sabe o que passei por lá veja o polêmico post "coisas que ouvi em Portugal". A gastronomia no entanto é a melhor de todas, na minha opinião. Quanto a Luxemburgo, é um pequenino país no centro de tudo, lindo como se tivesse saído de um conto de fadas, mas caro de viver. Ah, tendo que escolher, Irlanda é meu preferido e Portugal... Bem, Portugal eu não digo que não voltaria a viver, nunca se sabe o dia de amanhã, mas por enquanto continua no fim da minha lista.

4) Você pode me dizer o que você faz aí, como conseguiu ficar, morar, trabalhar...?

R - Eu cheguei na Europa em Maio de 2006 e até o fim de 2009 eu tinha uma residência de membro da família de cidadão europeu (marido), em 2010 recebi a cidadania. Foi um longo processo, onde tive que juntar muitas provas e documentos de todos os lugares que já morei, Brasil, Portugal, Irlanda, Bélgica, agora "estou" em Luxemburgo. Como familiar eu podia trabalhar no país que estivesse morando sem problemas, como um cidadão europeu, depois de conseguir a residência. A cada mudança significava uma nova permissão de residência com as suas eventuais burocracias. Cheguei a trabalhar em recepção de hotel e agências de turismo. Atualmente trabalho com traduções e ensino em uma escola de idiomas em Luxemburgo. 

Como não quero fazer posts muito longos e cansativos, pretendo fazer outras partes de "perguntas e respostas",  então quem tiver interesse em algum assunto ou queira aprofundar um dos citados acima, deixe o seu comentário.

Beijos de um chuvoso dia de verão!

7 comentários:

Cíntia Anira disse...

Super jóia essa iniciativa Carol. Continue com ela. Muito bom acompanhar! Beijos

VivendoEuropa disse...

Obrigada pela visita, Cíntia! Beijo para vocês aí na Noruega :*

Eduardo Passos disse...

Olá Carol.. Tudo bem? Preciso muito da sua orientação! Minha noiva recebeu uma excelente proposta para trabalhar em Luxemburgo. A empresa em q ela trabalha aqui no Brasil, abriu uma filial no centro de Luxemburgo! A dupla cidadania dela vai sair agora em outubro! Em dezembro nos casamos, e em janeiro/2015 nos mudamos! Eu tenho 34 anos, minha formação é em marketing e meu emprego atual aqui no Brasil é com vendas no mercado automotivo! Vou largar tudo pra viver o sonho q agora será meu e da minha noiva! Minha preocupação é o que posso fazer pra agilizar minha adaptação uma vez q minha profissão exige impreterivelmente a comunicação e eu não domino nenhuma das 3 línguas mais faladas em Lux.. Estou estudando inglês mas pretendendo fazer um intensivo de francês até a nossa partida por ser uma das línguas oficiais no país! Chegando aí quero me matricular em uma escola de idiomas, pois qto antes dominar a língua, mais rápido conseguirei trabalhar! Estou no caminho certo ou vc me sugere outros caminhos? Estou muito ansioso, pois sempre trabalhei. E ao mesmo tempo q o trabalho da minha noiva me dá tranquilidade fico inquieto em saber q nesse início a única coisa certa é q vou estudar! Abraços e tudo de bom pra você e sua família!!!

Sandra Mara disse...

Olá Eduardo Passos (olá Carol) :)
Vou me "intrometer" um pouco nesta resposta: você está fazendo inglês, e pretende fazer intensivão de francês. ótimo, já é suficiente para começar. Eu falo nosso português, espanhol, arranho inglês, e nunca tive contato com francês,mas quando você chega lá, tudo está em francês, todos falam francês, você só tem que aprender... Imerso na cultura, no país, é muito mais fácil que nos cursinhos. Claro que conhecimento básico é necessário, agora, com 2 idas para França e outros países europeus, já até me arranjo melhor em francês do que inglês. :)
Espero ter ajudado, e desculpe Carol pela intromissão... :)
Sempre que tenho tempo venho ler o blog, as dicas são muito bacanas...
Temos inveja (da branca viu), Luxemburgo é maravilhoso, ficamos apenas 2 dias, na próxima queremos circular mais pelo país todo...
Abraços, e sucesso

Tonny Malato disse...

Oi Carol, adorei o blog, tenho uma dúvida que ainda não consegui tirar.
Minha irmã me fez um convite para morar com ela em Lyon, na França.
Minhas dúvidas ficam por conta dos vistos, ela tem a cidadania francesa, se isso já ajuda alguma coisa e se eu posso estudar por lá.
Se você puder me responder, ficarei muito grato.

cleitontti disse...

Boa tarde, estou apaixonado por Luxemburgo, a beleza, o clima e tudo que há por ai me cativa.
Bom, meu inglês é básico e por conta disso e depois de ler muito percebi que deveria aprender francês, então comecei aprender por minha conta com alguns aplicativos e buscando na net, ainda só sei o básico e por isso fiz a minha pre inscrição no INL para aprender francês mas não sei nada de como proceder, se vou poder trabalhar, ou se deveria aprender inglês para aprender francês estando em Luxemburgo. Voce que esta por ai poderia me ajudar? Sou formado em Tenologia da Informação, tenho 11 anos de experiencia porem tenho 1 ano de formado.

Obrigado por tudo
Cleiton

Anônimo disse...

ola,boa noite....para o mês que vem eu vou para o Luxemburgo e levo os meus três lindos filhos.vou como turista e se conseguir arranjar trabalho(vou rezar)fico por ai.o meu grande medo é se não arranjo e terei de voltar.eu sei que não ta fácil em lado nenhum,mas quem não arrisca não petisca.tenho família ai,irma,pai e mae e amigos de longa data.vou ficar em casa da mnha irmã estes dois meses.por favor oriente-me.o que devo fazer....não quero ter de voltar,pk a mnha situação ca em Portugal não esta nada famosa.eu quero dar um futuro melhor aos meus filhos..help me.obrigada

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...