terça-feira, 29 de junho de 2010

Primeiro de tudo quero deixar bem claro que tenho excelentes amigos portugueses, além do João, e não considero o que vi ou ouvi em termos de preconceito e xenofobia, quando morava em Portugal, como uma atitude generalizada. Segundo, o país é um dos mais belos que ja tive a oportunidade de conhecer, com estações bem definidas, uma rica cultura e a melhor comida do mundo, na minha opinião. Mas vamos lá...

Quando eu trabalhava na recepção de uma conhecida rede hoteleira presenciei os seguintes fatos:

- Clientes frequentes portugueses chegam e deparam-se com a nova "rececionista", brasileira (eu):

reação 1: "- Ah, a nova "rececionista" é brasileira? Mas como me vão contratar logo uma brasileira??

reação 2: "- Ah, es brasileira? Se eu quiser uma brasileira assim como tu, vou à beira da praia com uma nota de 50 euros na vara de pescar, e pesco a brasileira que eu quiser!

reação 3: "posso ser atendido por outra "rececionista"? Não quero ser atendido pela brasileira!"

- No intervalo do almoço, no restaurante, chega uma cliente histérica gritando: "- Mas não há condições de se ficar na praia, está CONTAMINADA de tantos brasileiros!"

- Na "receção", a "colega" corrigindo meu modo de falar o tempo inteiro: "- tens que parar de falar "brasileiro"e aprender a falar "português!"

- Quando chegavam clientes brasileiros, SIM, CLIENTES, a ordem era que tinham que pagar adiantado!

- Quando chegavam clientes negros, SIM, CLIENTES, a ordem era que tinham que pagar adiantado!

- Quando saíam os clientes franceses e espanhóis, as cobras, ops, "colegas" recitavam sempre: "-odeio espanhóis ou odeio franceses!"

- Em 2006, no último Mundial de futebol no Irish Café em Lisboa, jogo Brasil X França, logo após Portugal ser derrotado pelo nosso adversário, portugueses desesperadamente torcendo pela França e contra o Brasil. Ah é? Desconto no final...

- Nos serviços públicos, depois de pegar a senha, aguardar dezenas de pessoas à frente, na hora de ser atendida, quando abria a boca e falava "brasileiro", bastava para dificultarem TUDO. Sempre diziam que faltava algum documento, algum detalhe para não resolverem nada, frustrante!

- E para fechar com chave de ouro, quando o João mudou-se para Dublin, continuei em Portugal por mais três meses enquanto a quarentena do Yoshi acabava e terminava meu contrato de trabalho. Muitas vezes ia ao telefone público para ligar para Irlanda e um belo dia, o português que passava por mim, ouvindo meu sotaque ao telefone, começou a gritar histericamente (como sempre): " - Brasileira, sua "pega"(quer dizer p-u-t-a) vai-te embora para tua terra, tu não pertences aqui, não queremos brasileiros aqui, vai-te embora "pega"... e ficou lá por um momento gritando feito louco...

Fui informar-me sobre como faria denúncia e disseram-me que teria que pagar 100 euros para dar queixa. Sem contar que depois uma notícia de que uma brasileira foi torturada pela polícia portuguesa para desmentir algo do tipo, me fez desistir da queixa.

Acho que essas atitudes xenófobas começaram muito antes... Lembro que quando fui à Portugal com minha família, tinha aproximadamente 12 anos, antecipamos as passagens para França para irmos logo embora de lá devido a alguns acontecimentos nesse sentido. E éramos TURISTAS!

Tenho muitas outras experiências do tipo, mas lembrar essas coisas me dá um gosto amargo na boca, uma inexplicável sensação de humilhação com essas atitudes sem sentido... Cheguei ao ponto de me tremer e baixar a cabeça com medo e receio do que iria ouvir antes de abrir a boca, quando precisava tratar de algo com um português. Apesar de tudo, por ironia da vida, estou à espera da minha cidadania portuguesa, por direito adquirido através do João, pois ter o "passaporte vermelho irá facilitar a minha vida na Comunidade Européia. Mas vou ser sincera no jogo de hoje: Fooooooorça Espanhaaaaaaa!!!!!!!

43 comentários:

ilidio disse...

Na verdade essa discriminacao contra Brasileiros comecou no meio da decada de 90, qdo Portugal abril as portas ao Brasil para receber trabalhadores. O problema eh que o nivel dos brasileiros que foram pra la ( e que ate hj eh uma grande parte) era muito baixo. E os mesmos comecaram a tirar proveito da "inocencia" dos portugueses e tb a praticar atos como roubo e prostituicao. Dai pra frente os portugueses generalizaram e consideram todo e qq brasileiro um vagabundo (os homens) e puta (as mulheres). Mas vale comentar que isso acontece mais em Lisboa e Porto.

Carol disse...

Ok Ailaidio, a parte dos brasileiros voce até explicou, embora nada que "tenhamos" feito justifique o tratamento e essa generalização absurda... Agora me explica o preconceito com os turistas, negros, franceses e espanhóis!

Carol disse...

Outra coisa amigo Ailaidio, vc eh um portuga muito querido, viu? kkkkkk Não leva para o lado pessoal :P

Daniela disse...

Ei Carol...respondendo sobre o que perguntou no meu Blog (sobre os preços das Melissas)
A média de preço por aqui vária de modelo para modelo, tipo...tem uns de R$ 60,00 e outros de R$600,00... Mas a grande maioria tem preços não muito exagerados!! Visita a Loja da Melissa para ter uma noção melhor: http://www.lojamelissa.com.br

Beijão Querida!
Amei seu Blog...fiquei sabendo mais sobre Portugal agora. rs*
Tô te seguindo tá!
Bj bj!

Um sonho a dois disse...

Nooosa Carol...que barra né? Mas mesmo dentro de nosso país a gente sente muito preconceito. Qdo vim pra Brasília era novinha como vc e tive muita dificuldades na minha adaptação aqui,sentia discriminação dentro das escolas que trabalhava por diversos fatores que um dia ainda te conto...e até meu sotaque caipira minerês era motivo de discriminação...mas consegui me impor, impor respeito pelo que sou,pelos meus gostos e não mudei meu jeito de ser...sei que no seu caso é bem diferente...mas só pra ilustrar pra vc. Força aí. Bjs.

Anônimo disse...

é assim que os sulistas tratam os nordestinos, infelizmente.

Cíntia Anira disse...

Sabe Carol, num bate-papo com um português ele me disse que era uma vergonha o tráfico de drogas no Rio de Janeiro. Eu concordei e disse que lamentava a situação do tráfico no Brasil ser muito antiga, porque o Brasil foi dominado por outro país cheio de más intenções e que levou o tráfico negreiro, e assim nossa História já começou errada!

Morena frô disse...

Olá... procurando sobre morar em Portugal acabei caindo aqui... =]
Estou indo para Lisboa dia 12 e, dando tudo certo, já fico por lá pra fazer o meu mestrado!
Estive lá no ano passado e não tive problema nenhum como turista, foram até bem simpáticos... mas sei que morar lá é outra história, tenho certeza que vou passar por situações semelhantes as suas...
mas enfim, espero que as coisas boas superem essas ruins...
bjs!

Sandra bxlsprout disse...

Olá Carol!
Vi que tem um "link" para o meu blog e vim espreitar ;)
Lendo aquilo que escreveu sobre o que ouviu em Portugal, chego a sentir vergonha. Logo os Portugueses, que tanta tradição têm se serem emigrantes!!! Apesar do sentimento não ser de modo algum generalizado, é triste a frequência com que ocorre... Só consigo imaginar que seja o medo do desconhecido? A má situação económica? De qq forma, não há justificação!
Beijo

Luciano disse...

Se os portugueses fossem metade do que eles acham que são, o país deles não teria se transoformado, da maior potência do mundo, em um lugarzinho que só é lembrado hoje em dia, porque o Brasil cresceu no cenário mundial. Mas estamos dando o troco, país de vagabundos e putas? Das 4 maiores empresas portuguesas, 2 foram compradas por empresas brasileiras e uma é comandada por um brasileiro

Edu e Geya Junqueira disse...

Vim dar um Oi...

Esse papo de discriminação é complicado, Carol, mas no caso dos portugueses é mais uma questão de auto-afirmação, pois dos filhos de Portugal, ou seja: 18 milhões, 12 milhões vivem em seu país, os outros 6 milhões em terras alheias. Isso é muito chato para a moral de um povo, que é o caso deles.

E aqui entre todos: Só burro para fazer discriminação!

Abraços viajantes

Plugadão disse...

Muito chato isso, mas a verdade é que, não importa onde você vá na Europa a um preconceito contra imigrantes não só brasileiros, mas também africanos, árabes e latino americanos... É triste, mas é realidade...

António Rebordão disse...

Fico muito triste com a má educação, a mente curta e a falta de respeito desses conterrâneos. Espero que também tenha conhecido gente simpática, respeitadora e interessante.

Eu também tenho andado móvel, estive em Tóquio e, após dois anos em Ghent, irei mudar-me para Malta.

Que a saga da vida continue! Boa sorte!

Verdadeira Italia disse...

Palavra simples:reciprocidade.

Tenho avos portugueses,minha esposa origem italiana e alema.Sinceramente achamos que o Brasil deve se impor.

Sei que muitos dos paises mais similares com o Brasil como Italia,Espanha e Portugal tambem sao os mais preconceituosos.

Na verdade,o povo brasileiro de qualquer origem deve para de defender meliante e se impor contra quem o julga,sendo que hoje estao migrando para o Brasil novamente pela crise.

Acompanhei o caso das piadas de péssimo gosto na TV portuguesa e aqui na Italia isso tambèm é comum.

Reciprocidade e chega de tapete vermelho para quem nao respeita nada.

Quem sorri e mostra os dentes demais nao é respeitado jamais.

Valeu

Blog verdadeiraitalia

Cris disse...

E agora eles estao querendo ir pro Brasil...Todo mundo correndo para o pais verde e amarelo!

Eu nao sei o que eles pensam, pq aqui na Italia, Portugal é o coco do cavalo do bandindo!

Anônimo disse...

O Brasil é enorme. Generalizar é dizer que a China é igual, a África é igual, America "Latina" é igual ou os E.U.A. é igual.
Cabem 90 países (Portugal) dentro do Brasil. Tem milhões de fatores que a cada dia muda essa miscelânia que é o Brasil. Desde a colonização até os dias de hoje é impossível transformar um país desse tamanho num grupo de pessoas e generalizar.
Portugal não teve escravidão, não teve genocídio de nativos, não teve conquistadores que usurparam a nação e tantas decendentes feudais que hoje são uma oligarquia corrupta que vive da ignorância que deixaram o Brasil.
É uma injustiça julgar um por todos. Até pelo fator social, que teve o Nordeste totalmente devastado, explorado e mantido réu da corrupção enquanto o sudeste e sul desenvolveram independentemente de todo o país.
Agora imaginam essa panela de pressão que é o Brasil ?
Para um país que não teve escravidão, genocídio, corrupção, usurpação, dimensão territorial e miscelânia cultural é fácil apontar culpados.
É como o sudeste e sul julgar o problema do país o nordeste, onde a maioria é emboaba e remanescentes holandeses que viveram tão miseravelmente que são chucros.
A "invasão" que Portugal teve o Sudeste do Brasil teve também, em escalas devastadoras.
Vivemos uma violência que não viviamos a 30 anos atrás. Vivemos uma pobreza cultural que não existia a 30 anos atrás. Vamos dizer que é culpa dos descendentes prtugueses??? Não. Apesar de existir muito preconceito com o nordestino aqui no sudeste, ainda afirmo que é errado julgar.
Tudo é um fator socio-cultural onde os culpados sofrem hoje pela omissão do passado. Temos que nos unir e concertar isso e não sermos covardes preconceituosos acomodados.

Joana disse...

Olá! Sei que este post é antigo mas encontrei-o por acaso e fiquei tão chocada que não pude deixar de comentar. Sou Portuguesa, vivi em Portugal até aos 20 anos (atualmente estou na Suécia) e estou consciente da generalização que se faz dos Brasileiros em Portugal e do preconceito que infelizmente existe. Apesar disso, nunca presenciei comentários e situações dessas e fiquei com muita vergonha.

Pessoas que fazem comentários desses são pessoas de baixo nível, pessoas sem educação, pessoas sem cultura. Eu lamento a existência de pessoas assim, não só em Portugal como no resto do mundo. No caso Português, nós tivemos uma ditadura que durou cerca de 40, que isolou o país e o manchou de ignorância, baixos níveis de escolaridade, pobreza etc. A maior parte dos Portugueses de meia idade viveu nessa época e isso reflecte-se na mentalidade de muitos. Mas eles não representam o nosso país. Portugal não é um país racista. Basta olhar para o nosso patético "partido nazi" e perceber que são apenas um motivo de riso. Já aqui na Suécia, o partido nazi deles ascendeu ao parlamento por votação.

Bem, eu espero que você tenha encontrado também Portugueses bons e que não tenha conhecido apenas essas criaturas tristes que você descreveu neste post.

:)

Anônimo disse...

Um milhão de portugueses estão desempregados, trezentos mil passam fome...
não sei como alguém tenha interesse em ter a cidadania de um país tão lixo

miguel jonathan jara quintanilla disse...

Oi carol
Caí do nada no seu post
Gostei do seu post, gostaria de falar que e mentira mais não e
Sou gringo moro no Brasil atualmente . Amo o Brasil .
Mais tenho amigos brasileiros na Europa já tive a oportunidade de morar em espanha e fazer turismo em Portugal,França e Alemanha
Numa visita em Portugal pra uma amiga , posso confirmar tudo isso não sei pq essa revolta dos portugueses contra brasileiros
E vc esqueçeu de contar que em Lisboa tem uma assosiaçao de mulheres portuguesas . Que fazem o possível pra expulsar mulheres brasileiras

Anônimo disse...

Nunca tive nada contra os portugueses e nem a favor,pra mim era tanto faz e eu nao achava que eles tratavam os brasileiros como tratam os portugueses,mas achei que tratavam bem.
Engano meu, passei 1 mes em Portugal e quase desisti de tudo e resolvi voltar pra casa,só nao fiz isso porque ja tinha gasto muito dinheiro com as passagens,hospedagens e os passeios (ja tinha comprado os passeios no brasil mesmo)
a verdade é que eles nao foram nada simpaticos comigo, desde o momento do aeroporto foram super grossos e antipaticos.
ao andar na rua, só pelo jeito de me vestir (eu usava mais roupas que eles pois era inverno) e pela minha aparencia,eles ja percebiam que eu não era portuguesa e me olhavam torto
quando eu falava e eles percebiam que eu era brasileira então,ai que me olhava mesmo torto.
Ouvi cada coisa absurda tambem, nao chegaram a me chamar de Puta (pelo menso nao na minha frente), mas falaram muitas coisas ruins.
As pessoas mias velhas (de 40 pra cima) falavam que os brasileiros são uns babacas que vinham escapar com a vida la em Portugal e que as mulheres brasileiras iam pra lá só pra 'roubar' os maridos delas.
Sinceramente, não voltaria pra Portugal de jeito nenhum
ninguem é educado contigo lá, voce pergunta uma coisa a pessoa finge que nao sabe ou te ensina errado ou de mau humor
vc entra num comboio e ja te olham torto e ficam rindo e cochichando
adoram falar mal do Brasil e ficam falando que o Brasil só é o que é hoje por causa deles
tb ficam falando que sao superiores em tudo, voce nao pode contar uma historia que eles ja ficam flaando que em Portugal tambem é assim ou que é melhor ou que eles ja sabem e etc Ate mesmo se vc falar de outro pais que nao seja o Brasil,eles fazem de tudo pra falar que Portugal é infinitamente melhor que qualquer outro pais no mundo
Nunca admitem que estao errados, sempre estao certos e sabem tudo, incrivel isso rs
mesmo em tempos de crise eles acham que sao os EUA, porque sério chegar dar nojo o tanto que vangloriam o pais deles..
tudo bem ser positivo em tempos de crise,mas uma coisa é ser positivo outra é ser ufanista

Anônimo disse...

ah tb ficam com raiva quando vc pede pra eles repetirem algo quando vc nao entende
realmente quando vc fala de um jeito brasileiro,eles te olham torto e querem que vc deixe o seu jeito brasileiro pois voce esta em Portugal e tem que falar que nem eles
eu chamava as vezes as pessoas de 'moço' porque no Brasil é até legal alguem te chamar de moço não? mas aqui eles me olhavam torto ou simplemtnte davam um sermão da montanha faladno que eu nao tava no Brasil pra falar assim
e tb quando eu falava que tal coisa do Brasil nao tinha aqui, eles falavam pra eu parar de falar do Brasil porque eu estava em Portugal qeu lá é TOPO e blabla que lá tudo é melhor do que as porcarias que vendem no Brasil
e quanto a comida? nao achei a melhor comida do mundo nao..achei bem ruim ainda mais aquela coisa que chamam de broa.
A comida brasileria aidna é a melhor do mundo,na minha opniao.
La a comida nao tem tempero,tudo no azeite, tudo sem gosto, a fruta nao tem o gosto da brasileira,alias nem o refri tem o mesmo gosto, a fanta laranja é horrivel!
Quanto as pessoas,alem de te tratarem de forma totalmente hostil, elas nem sao bonitas.Me desculpem mas nao achei quase nenhuma pessoa bonita em Portugal, tem muita mais gente bonita no Brasil. Aqui as mulheres nao sao vaidosas (tem muitas que nem tiram a sobrancelha) e sao todas estatura baixa.
Alias,eles nao sao educados nem com eles mesmo. Tem muito portugues que fala com os outros como se o outro fosse empregado. Pede uma informaçao mas nao diz por favor ou obrigado. As vezes eles tao conversando mas falam tudo gritado, parece que estao brigando mas nao é.
Sinceramente, se voce ja quis vir pra Portugal,vá pra outro lugar da Europa.Existem vários outros paises que vao te tratar melhor do que esse pais que deveria estar feliz por ainda ter turistas aqui mas nao fica.Ate porque eles nao sabem tratar nem os turistas bem! Pra eles tanto faz ser turista ou residente aqui, vao te jogar pedras do mesmo jeito.Só uns 10% dos portugueses me trataram bem mas mesmo esses fizeram perguntas absurdas como 'Ah voce mora na Amazoonia ne? Verdade que lá tem vários Elefantes,girafas e leoes?'
Vao pra França ou algo assim, la fui muito bem tratada ate quando falava portugues (e olha que mesmo quando eu falava portugues la eles me olhavam super atentos e ficam sorrindo mesmo nao entendo nada que eu falava)

Anônimo disse...

Portugal tenta fazer valer seus diplomas universitários no Brasil,numa tentativa de exportar seus desempregados para Pindorama,
mas já foi negado o pedido...
Sai fora ter mais tugueses aqui,
povo mais feio da Europa

Anônimo disse...

Sou portuguesa e vivo em espanha.
em primeiro lugar queria dizer que ha espanhois odiosos como portugueses e brasileiros franceses ingleses e alemaes. Isto nao quer dizer que seja a maioria. A maioria é gente agradavel e decente.Quanto aos brasileiros gostaria de dizer que monha mae é brasileira minha social também.Infelizmente a grande exportaçao do brasil para a Europa naofoi gente normal e trabalhadora na sua maioria, mas sim travestis e profossionais do sexo, isto claro que estigamatiza um povo ainda me lembro nos anos oitenta quando chegava um aviao do brasil ou com brasileiros os franceses diziam que chegou mais um carregamento de ptas e pnleiros ( viado) o que me deixava revoltada, mas acabei infelizmente por ter que lhes dar razao embora hoje em dia nao seja tanto assim mas tenho imensas amigas brasileiras que procuram as suas origens portuguesas e nao so (europeis) para terem um passaporte europeu emfim um aproveitamento da lei do qual nada tenho a dizer cada um sabe de si.
Ma afinal o brasil tambem nao e assim tao bom para todos quererem sair de la.
Quanto a palvra moço em Portugal e ofensivo de um modo geral chamar alguem por moço ou moça j+a no brasil rapariga pelo qie percebo tambem nao e la muito respeitoso,
Resumindo o melhor é ninguem se importer com isso pois nao e importante num mundo globalizado e so demonstra a falta de cultura e abertura a outras formas de alguem se expressar.
Viva aliberdade e o respeito pelo proximo

Anônimo disse...

Sou portuguesa com dupla nacionalidade, moro no Brasil desde os meus 10 anos, casei com brasileiro, tive filhos. Nunca esqueci as piadinhas bobas, o sarcasmo nas frases e mesmo hostilizações diretas à minha pessoa.
Foram anos e anos de sofrimento calado. Agora, vocês reclamam quando vão a Portugal e se sentem rejeitados?

Carol Sales disse...

Sra. Anônima Portuguesa de dupla nacionalidade: Não acho correto a rejeição, piadinhas e falta de respeito de nenhum dos lados. Mas sabe aquele ditado: Os incomodados que se retirem? Eu acrescento que quando realmente não tem jeito, os incomodados se retirem, e foi o que fiz, fui embora de Portugal :) Mas já ouvi dizer que as coisas começam a melhorar devido à crise, o sofrimento faz as pessoas crescerem, nem todos, claro.

léa disse...

Ola Carol encontrei seu Blogue porque ando a procura de informações sobre a Bélgica. sou Brasileira do Estado do Espírito Santo vivo em Portugal a 13 anos sou cabeleireira a 17 anos formada no Senac no Brasil, comecei a trabalhar no 4ºdia que aqui cheguei,e não sinto esta discriminação,Não devemos levar consideração tudo que ouvimos. Quem lida com publico tem que ter um pouco de psicologia,só dou ouvido aquilo que me interessa, ignoro pessoas vazias e ignorantes,e talvez a minha forma de responder faz com que a pessoa tenha outra atitude.Porque não me calo com todo respeito e Educação eu respondo.
Uma coisa que aprendi aqui é responder independente se é cliente ou não.
Até agora só me aconteceu 1 situação, fiz aqui o 12º em 2012. Alguns professores aqui em portugal estão revoltados com o novo acordo ortográfico, uma professora de CP,disciplina fala de direitos e deveres,etc. Disse para o professor de Português em alto e bom som(É uma vergonha, porque se eu fosse professora de português não a- passava,ela não fala e nem escreve Português). Estava se referi a mim afinal eu era a única Brasileira que la estava.
Nem precisei me defender, a Professora de TIC,respondeu logo cala te que agora estas a dizer disparate eles falam Português sim, eles são mais do que nós, se você é contra alguma coisa minha amiga tens de estar calada porque aqui você é minoria, Ela saiu foi se embora, foi para o café em frente a escola, e a Dt da turma me pediu desculpas. Tenho o sotaque e nunca vou perder, só de abri a boca as pessoas percebem logo que sou Brasileira.
Apesar de já ter nacionalidade a 6 anos. Nunca senti dificuldade em nada por ser Brasileira,a não ser esta professora invejosa que tentou me corta as pernas e não conseguiu.Já fiz queixas na policia e não tive que pagar por isto.
A maioria dos Portugueses tem muita consideração pelo Brasil,até mais que muitos Brasileiros, e gosta do Brasil, há muitos que ja la foi e muitos que tem o sonho de conhecer o Brasil, que gosta muito do nosso sotaque diz que temos uma vos suave,etc.Pessoas de baixo nível, sem educação,sem cultura, vazias, doentes, existem não só aqui em Portugal, mas no mundo todo, todo lado há pessoas ignorantes infelizmente, Enfim há tudo e todo lado não vamos generalizar.

manuel teixeira disse...

Aquela do Brasil-França no mundial e de rir . Portugal nao tinha sido eliminado pela França , o Brasil e que o foi e depois calhou a França a Portugal

Sofia Ventura disse...

Entendo que seja dificil ouvir tudo o que ouviu. Como portuguesa, tenho de lhe dizer que tambem muita vez o cheguei a dizer a brasileiros o que voce ouviu, e por ter casado com um brasileiro e ter vivido com a familia dele, nessa altura nao tinha pena nenhuma, porque no meu convento a conversa era mesmo essa! Agora, depois de divorciada, ja penso de outra maneira...
Entendo o porque de muitos portugueses tratarem os brasileiros assim, e é praticamente sempre assim que o portugues é tratado quando esta fora do pais de origem, a roubar trabalho aos nativos. O nosso problema nao se prende apenas ao roubo de trabalho, mas sim, tambem, ao facto da maioria das brasileiras que vem para ca, trabalharem a noite, e como a minha ex cunhada, adorar o trabalho que faz, e com isto muita mulher sofreu.... E depois tambem ha muitos brasileiros que vem para ca e pensam que podem mandar, como o caso do meu ex marido....
Agora, algo tambem lhe digo, ha portugueses, brasileiros e africanos que sao um enorme estorvo a todas as sociedades, assim como tambem ha gente boa!
Lamento que tenha pago a factura dos outros, mas como adoradora de inglaterra, devemos respeito a todos, independentemente de quem sejam...
Espero que tenha uma boa estadia, no novo pais, onde a minha mae tambem se encontra.

Anônimo disse...

TENHO PENA DE TER VIVIDO UMA EXPERIÊNCIA REALMENTE NUM PAÍS QUE A RECEBEU E POR NORM SABE RECEBER EU MESMA SOU MADRINHA DE UMA MENINA BRASILEIRA, REPARTO E PARTILHO O QUE TENHO E POR NORMA SOMOS UM POVO BASTANTE ACOLHEDOR MAS ENFIM CADA EXPERIÊNCIA SUA CENTENÇA SÓ TENHO PENA DE TER GENERALIZADO TANTO, ENFIM N CONCORDO NEM ACEITO AS REAÇÕES DECERTAS PESSOAS PARA CONSIGO TALVEZ DE UMAS MAS EXPERIÊNCIAS COM PESSOAS DE SUA COMUNIDADE TIVESSEM FEITO O QUE VOCÊ TERMINOU DE FAZER EM SEU BLOOG...ESPERO QUE NO FUNDO TENHA VIVIDO E BATA SAUDADE DE MUITA COISA E DE GENTE BOA QUE CONHECEU...FIQUE BEM E FELIZ E BOAS VIVENCIAS ADICIONANDO A MUITAS VIAGENS...

Deby gringolandia Calcinha disse...

Eu fiquei chocada ao ler sua postagem… ja sabia que os portugueses eram estremamente preconceituosos mas nao a essa ponto


visitem meu blog: http://confissoes-casadas-com-gringo.blogspot.com/

Foum sobre a vida no exterior: http://gringolandia.omeuforum.net

Deby gringolandia Calcinha disse...

Eu fiquei chocada ao ler sua postagem… ja sabia que os eram estremamente preconceituosos mas nao a essa ponto.

Meu blog: http://confissoes-casadas-com-gringo.blogspot.com/

Raquel Gonçalves disse...

Sou Portuguesa e nunca vi Portugues descriminar assim um Brasileiro, e conheco muitos Brasileiros...me desculpa mas acho muito estranho isso,ou entao voçe nao teve mesmo sorte com as pessoas que lhe foram aparecendo...Na minha cidade tem Brasileiros e apesar de acharem Portugues mais frio e mais rude no jeito de falar, nunca sentiram esse tipo de descriminaçao e preconceito....Agora é verdade que muitos Portugueses ficaram "zangados" com Brasileiros, porque na decada de 90 veio para Portugal muito Brasileiro, que roubou, passou a perna em Portugues, fez piada de Portugues,na internet sao dezenas e dezenas de paginas de odio e raiva e piadas sobre Portugues...e depois claro acaba por pagar o justo pelo pecador, o que acho injusto...Portugues tornou-se mais hostil e mais desconfiado com Brasileiro, mas Portugues nao é de ofender verbalmente, é mais de cortar confiança e de dar costas...Mas ainda assim lhe garanto que grande parte dos Portugueses gosta do Brasil do povo e da cultura Brasileira

Anônimo disse...

I'm portuguese and i'm ashamed of that .
I hate it here , the only reason why i don't leave , is the lack of money.
It's a horrible country , these people are SICK , it 's like there is something in their brain that is not working well.
They can't all be lunatics so why do they act as if they are ?We are talking about a palce that hates women , hates people from different races , hates animals .
Girls that think its normal for their boyfriends to hit them (and we are not talking about girls that lived 50 years ago , we are talking about young portuguese girls ), people cannot go to study in college without being murdered (like Diogo Macedo) in a college iniation , women hate other women so much they are uncapable of loving their own daughters , not to mention the fact that they decided to pass through the Witch Hunts only in XX century during the decade of 30 the most famous case was the Crime of the Old Village ).These bloody people could be cousins with Germany.
I just don't know if they want to exterminate someone else , or if they want to exterminate themselves .

Anônimo disse...

Esta semana uma senhora me perguntou como era o meu trabalho e se eu sabia como se falava vadia em Portugal. Lamento muito ter investido meu dinheiro e tempo em um país de pessoas tão ignorantes. Péssima experiência.

HGC disse...

É curiosa a troca de comentários que por aqui se vê. E ainda mais curiosa a falta de nível de certa linguagem utilizada. Respeito a diversidade de opiniões...só não entendo o porquê de algumas estarem escondidas sob a máscara do anonimato.
Não conseguem dar a cara?

Anônimo disse...

Fui a Portugal como turista, acompanhada por um amigo português e fui discriminada, mesmo estando no país com o meu passaporte italiano, só por falar o português do Brasil sofri discriminação. Um ano depois voltei para fazer os meus estudos pós graduados em Coimbra, fui morar com o mesmo tal amigo português, tivemos então um relacionamento mais profundo. Trabalhei e estudei como louca para pagar os estudos e 80% dos custos que tínhamos como casal durante os os 7 anos que vivi em Portugal. Durante esses anos, hora ou outra eu era discriminada. Foram tantas que não dá para contar, umas até foram engraçadas, a de me confundirem italiana com ucraniana, pois tanto faz aos portugueses, eles discriminam a todos, até a eles próprios. Terminei os meus estudos, encerrei todos os contratos de trabalho e parti. Depois da minha partida o meu companheiro, confidente e amigo português acabou com a minha vida pela internet, através de telefonemas intermináveis com agressões e, passei a ser uma mulher vulgar aos seus olhos, só porque ele me perdeu. Ele nem se deu conta que não havia me perdido, eu só não queria viver em Portugal. Portugal, nunca mais.

Anônimo disse...

Não tenho nem resposta para isso, nem todos portugueses tem essa oponião e ao contrário do que os brasileiros falam nós não somos um país pequeno e inútil nós somos um país desenvolvido no lugar 19° no rank mundial de melhor país para viver, só pesquisar no google, então é isso nós portugueses não somos todos iguais e claro que tem muito que odeia o brasil, mas quer saber, esses portugueses vos odeiam pq VCS não respeitam Portugal falando que ele é inútil e fraco e vive abaixo do brasil, e mais zoam do nosso sotaque, é sério! Tem muitos países que não gostam de vocês parem de ficar em cima de nós

Anônimo disse...

Quem teve experiencias ruins sendo brasileiro, bem feito, fazer o que neste cú da europa?

A. Jorge disse...

Não concordo de todo com o que dizes! Portugal tem 10 milhões de habitantes e se meia dúzia te trataram mal, já foram os 10 milhões que o fizeram! Não podes generalizar dessa maneira. Nem tu nem os restantes brasileiros que comentaram. Tenho pena que penses assim dos portugueses só porque tiveste azar com alguns. Os brasileiros também nos descriminam e de que maneira. Contam anedotas a nossos respeito, dizem que as mulheres têm bigode e quando lá vamos tratam-nos abaixo de cão. Isto se não formos assaltados ou levarmos um tiro! Mais uma vez tenho pena que penses assim!

Anônimo disse...

Sou brasileiro, Portugal é o cú da europa

Lisy disse...

Nossa! Estou horrorizada. E eu pensando que poderia dar uma passada por Portugal para conhecer o país, mas creio que terei que adiar os meus planos.O mais triste é ter que gastar dinheiro em um lugar que não trata bem os turistas e, sobretudo, os brasileiros. :(

António Camacho disse...

Sou portugues, e se durante anos nunca dei importancia para o brasil, hoje odeio esse pais nojento, de gente falsa, que vive na merda. Estou a viver na alemanha e aqui os alemaes tb nao gostam dos brasileiros. Brasileiros, raca imunda, nao venham para a europa. Voces so trazem peste, pobreza e doencas. Esta inculcado no vosso adn. A merda e tanta que vos sai pelos poros da epiderme. Imundos, pais de terceiro mundo da america latrina

Anônimo disse...

Graças ao sangue português que carregamos. Aceita que dói menos! Bjos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...